A realidade da Zuhud (Abstinência) e o despresar a vida mundana (2)

Em nome de Allah, O Clemente, O Misericordioso

Bilal bin Sa’ad ‎‎رحمه الله (que Allah tenha misericórdia para com ele) disse:

Ó povo piedoso, vocês não foram criados para se tornarem extintos, sendo que irão ser transferidos de uma terra para a outra, assim como foram transferidos para os úteros (das vossas mães), e dos úteros para esta Dunyaa (vida mundana), e desta Dunyaa para as sepulturas e das sepulturas para a área aonde ficarão de pé (Dia do Juízo) e daquela área para a eternidade, sendo no Paraíso ou Fogo do Inferno.

Fonte: Siyar A’laam a-Nubalaa (5/91).

Malik bin Dinaar ‎رحمه الله disse:

As pessoas mundanas deixam esta Dunyaa sem ter provado a melhor coisa da Dunyaa. Então ele foi questionado: ‘E o que é?’
Ele respondeu: Ter conhecimento acerca de Allah.

Fonte: Siyar A’laam a-Nubalaa (5/236).

Um ladrão entrou perante Malik bin Dinaar ‎رحمه الله, mas não encontrou nada para roubar, pelo qual Malik bin Dinaar o chamou e lhe disse:

Tu não encontrarás nenhuma coisa mundana (em mim) que possas roubar, no entanto, desejas algo benéfico para a Vida Eterna? O ladrão respondeu: ‘Sim.’ Malik bin Dinaar disse: ‘Faz Al-Wudu e reza duas Rakaahs.’ Então ele fez isso e Malik bin Dinaar sentou-se por um tempo e depois saiu para a Mesquita e o ladrão foi com ele.
Malik bin Dinaar foi perguntado: ‘Quem é esse?’ Ele disse: ‘Ele veio para nos roubar, mas acabámos nós por o roubar.’

Fonte: Siyar A’laam a-Nubalaa (4/190).

Traduzido por: Abu Faysal Ali Alburtugaali.

60 Views
Partilha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Next Post

A realidade da Zuhud (Abstinência) e o despresar a vida mundana (3)

Ter Jun 9 , 2020
De Jaafar رحمه الله (que Allah tenha misericórdia para com ele) que disse: “Eu ouvi Malik bin Dinaar dizer: ‘Preocupação com Al-Aakhira desaparece do teu coração devido à quantidade de aflição pela Dunyaa e a preocupação com a Dunyaa desaparece do teu coração devido à quantidade de aflição pela Al-Aakhira.’ Fonte: A-Zuhud […]