O Jejum do Dia de Arafah é uma expiação dos pecados menores e não dos maiores…

Em nome de Allah, O Clemente, O Misericordioso

Chaikhul Islaam Ibn Taymiyyah رحمه الله (que Allah tenha misericórdia para com ele) disse:

Foi relatado em narrações autênticas do Profeta صلى الله عليه وسلم que o jejum do dia de Arafah expia dois anos de pecados e o jejum no dia de Aachuuraah expia um ano de pecados. No entanto, isso não significa que expia os maiores pecados sem Tawbah (arrependimento). 

O Profeta صلى الله عليه وسلم (que os Elogios e a Paz de Allah estejam sobre Ele) disse:

As cinco orações, de sexta a sexta-feira e do Ramadão ao Ramadão, é uma expiação dos pecados cometidos entre eles, desde que os grandes pecados sejam evitados.

Sabe-se que a Salaah (oração) é superior ao jejum, e o jejum do Ramadão é superior ao jejum no dia de Arafah, e o jejum desses dias não expia as más ações, a menos que alguém se afaste dos grandes pecados, como afirmou o Profeta ﷺ.

Portanto, como é que alguém pode pensar que o jejum voluntário de um ou dois dias pode expiar o pecado de fornicação, roubo, consumo de álcool, jogos de apostas, bruxaria [magia] e o que é semelhante?!”

Fonte: Mukhtasar Al-Fataawaa Al-Masriyyah (1/254).

Traduzido por: Abu Faysal Ali Alburtugaali.

11 Views
Partilha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximo Artigo

O dia de Arafah é um dia de ser liberado do fogo...

Qui Jul 30 , 2020
Al-Haafidh Ibn Rajab رحمه الله (que Allah tenha misericórdia para com ele) disse :  E o dia de Arafah é um dia de ser liberado do Fogo, e por isso Allah libera do Fogo aquele que está em Arafah, assim como aquele que não está em Arafah dos muçulmanos, das diferentes terras. Devido […]