O Propósito da Da’wah (Pregação)

Em nome de Allah, O Clemente, O Misericordioso

Chaikh Saalih Al-Fawzaan حفظه الله (que Allah o preserve) disse:

A Da’wah tem que ser feita com sinceridade para Allah e o objetivo deve ser: estabelecer a Charii’ah de Allah; para guiar e beneficiar as pessoas, quer sejas elogiado ou repreendido.

Allah – O Altíssimo – disse:

قل هذه سبيلى أدعوا إلى ٱلله على بصيرة 

أنا ومن ٱتبعنى وسبحن ٱلله ومآ أنا من ٱلمشركين

“Diz (Ó Muhammad ﷺ): Este é o meu caminho; Convido a Allah (ou seja, para a Unicidade de Allah - Monoteísmo Islâmico) com certeza no conhecimento, eu e quem me segue (também deve convidar outras pessoas para Allah ou seja para a Unicidade de Allah - Monoteísmo Islâmico). E Glorificado e Exaltado seja Allah (acima de tudo o que eles associam como parceiros a Ele). E eu não sou dos Mushrikuun (politeístas, pagãos, idólatras e incrédulos na Unicidade de Allah; aqueles que adoram a outros, juntamente com Allah ou fazem rivais ou parceiros a Allah).”

[Suurat Yuusuf: 108]

[أَدۡعُوٓاْ إِلَى ٱللَّهِ‌ۚ] – Convido a Allah (ou seja, à unicidade de Allah – Monoteísmo Islâmico). 

Esta parte do versículo contém uma notificação sobre a sinceridade; pois de facto algumas pessoas chamam para si mesmas. Pode ser que uma pessoa pregue, faça palestras e sermões, mas o seu objetivo [ou aspiração] é tornar-se conhecido entre as pessoas – para receber algum estatuto; tornar-se louvado pelas pessoas e que as pessoas se juntem ao seu redor e se tornem numerosas em torno dele. Se este é o seu objetivo [ou aspiração], então ele não é aquele que chama a Allah; em vez disso, ele é um pregador para si mesmo.

A pessoa que abandona a Da’wah, de facto abandonou uma grande obrigação e a pessoa que não é sincera na Da’wah, de facto, caiu num grande perigo; a Da’wah tem que ser feita com sinceridade, por causa de Allah e o objetivo deve ser: estabelecer a Charii’ah de Allah; para guiar e beneficiar as pessoas, quer tu sejas elogiado ou repreendido. Quanto a algumas pessoas, quando não são elogiadas e promovidas, elas abandonam a Da’wah. Esta é uma prova de que tal pregador não é um pregador de Allah, mas ele só chama para si mesmo. Assim, o muçulmano deve ser cauteloso e o seu objetivo (ou aspiração) – em relação à Da’wah – deve ser a sinceridade; beneficiar as pessoas; libertá-las do Chirk e da bid’ah; libertá-las daqueles assuntos que estão em oposição à Charii’ah e cumprir o que é obrigatório.

Um grande número de pessoas ao redor de uma pessoa (isto é, seguidores) não é uma prova de que tal pessoa seja virtuosa, pois alguns dos Profetas foram seguidos por poucas pessoas.

Um profeta virá no dia do julgamento com alguns seguidores e um profeta não virá com seguidores nenhuns.

[Al-Bukhaari no.5705]

Então, isso significa que tal profeta não é virtuoso? Não definitivamente NÃO! Uma pessoa não olha para o grande número de pessoas que estão presentes (isto é, seguidores), pois O Profeta صلى الله عليه وسلم disse a Ali رضي الله عنه:

Se Allah guia uma única pessoa através de ti, é melhor para ti do que possuires camelos vermelhos.

[Al-Bukhaari no.3009] 

Fonte: Iaanah Al-Mustafiid bi-Charhi Kitaab At-Tawhiid (páginas: 97-98).

Traduzido por: Abu Faysal Ali Alburtugaali.

189 Visualizações
Partilha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Next Post

Restrição da Língua e das Partes Privadas...

Qua Jun 24 , 2020
O Mensageiro de Allah صلى الله عليه وسلم (Que os Elogios e a Paz de Allah estejam sobre ele) disse:  Quem puder garantir a [castidade de] o que há entre os seus dois ossos da mandíbula (a língua) e o que há entre as suas pernas (partes privadas), eu garanto o Paraíso para ele. Fonte: […]