O estado dos Salaf-us-Saalih no Ramadão 

Em nome de Allah, O Clemente, O Misericordioso

Chaikh Rabii ibn Haadii Al-Madkhalii حفظه الله (que Allah o preserve) disse: 

“O estado do nobre Mensageiro ﷺ no Ramadão é bem conhecido e ele costumava preparar-se para este mês jejuando durante o Cha’baan. Como foi narrado no hadiith de Aaicha رضي الله عنها: “Ele ﷺ costumava jejuar todos os dias ou a maioria do Cha’baan.”

Então ele ﷺ jejuava neste nobre mês do Ramadão e se esforçava ainda mais nas últimas dez noites do Ramadão. Quando as últimas dez noites chegavam, ele ﷺ esforçava-se na adoração a Allah e apertava o seu cinto (isto é, esforçava-se ainda mais na adoração) nas últimas dez noites, ele ﷺ fazia ithikaaf (isolamento) assim como as suas esposas e também muitos dos seus Companheiros رضي الله عنهم também faziam o ithikaaf. 

Ele ﷺ fazia o jejum perfeitamente, e fazia boas ações, demostrando bondade e caridade. O Mensageiro ﷺ era extremamente generoso e se tornava ainda mais generoso quando o Ramadão chegava, ele ﷺ era mais generoso do que um vento que foi enviado e mais ainda se Jibriil عليه السلام foi enviado, como é narrado no hadiith de Ibn Abbaas رضي الله عنهما. 

O Mensageiro de Allah ﷺ recitava o Alcorão a Jibriil عليه السلام uma vez em cada Ramadão, e no último ano da sua nobre vida ele ﷺ recitou o Alcorão a Jibriil عليه السلام duas vezes, como é narrado no hadiith de Aaicha e Abu Hurairah رضي الله عنهما. 

Então, os Salaf (Predecessores) tinham uma preocupação especial neste mês, prestando atenção em particular na recitação do Alcorão, aumentando em Dhikr (lembrança de Allah), abstendo-se dos pecados, pois o jejum requer todas essas coisas. O jejum não é simplesmente abster-se da comida e da bebida, na verdade, é uma maneira de se abster de tudo o que Allah – O Altíssimo – odeia em termos de pecados etc. O jejum também envolve a obediência a Allah e ter Ikhlaas (sinceridade) para Allah nesta ação. 

Que Allah esteja satisfeito com os Salaf. Dizem que Imaam Malik رحمه الله customava ensinar as pessoas (durante o ano) e quando o Ramadão se aproximava, ele parava (o ensino) e dedicava o seu tempo ao jejum e à recitação do Alcorão. 

Preocupa-te e ocupa-te com a recitação do Alcorão neste nobre mês, assim como em contemplar e refletir sobre o Alcorão e prestar atenção às suas advertências e restringir-se daquilo que o Alcorão repreende e compreender o que é halaal e o que é haraam e compreender a promessa de Allah e a Sua advertência e o que se encontra de semelhante a isso neste nobre Alcorão, com isso as almas são limpas e purificadas e os corações são iluminados. 

Isso mostra-nos que o Alcorão é vida, luz e uma orientação para nós, como Allah تعالى descreveu. 

وَكَذَٰلِكَ أَوۡحَيۡنَآ إِلَيۡكَ رُوحٗا مِّنۡ أَمۡرِنَاۚ مَا كُنتَ تَدۡرِي مَا ٱلۡكِتَٰبُ 

وَلَا ٱلۡإِيمَٰنُ وَلَٰكِن جَعَلۡنَٰهُ نُورٗا نَّهۡدِي بِهِۦ مَن نَّشَآءُ مِنۡ عِبَادِنَاۚ 

وَإِنَّكَ لَتَهۡدِيٓ إِلَىٰ صِرَٰطٖ مُّسۡتَقِيمٖ 

<<E assim nós enviamos-te a Ruuhan (uma Inspiração e uma Misericórdia) de Nosso Comando. Tu não sabias o que era o livro, nem o que era a fé. Mas nós fizemos disto (este Alcorão) uma luz com a qual Nós guiamos a quem quer que queiramos dos Nossos servos. E veramente, tu estás de facto guiando (a humanidade) para o Senda (caminho) Reta.>>

[Suurat Ach-Chura: 52] 

Quanto ao caminho ou a maneira dos Salaf, então deves ler sobre o seu esforço, a sua paciência e sua sinceridade para Allah, como eles excederam nos seus esforços neste nobre mês e noutros meses. Isso quer dizer que não apenas lembramo-nos de fazer essas ações somente no mês do Ramadão, e então tornamo-nos negligentes e abandonamos a nossa obediência a Allah nos meses restantes; pelo contrário, continuamos a ficar de pé durante a noite em oração e continuamos a adorar Allah e voltar para Allah (em arrependimento), além de todos os outros actos de adoração. 

Então a fim de obter proximidade a Allah no Ramadão, não devemos ser descuidados. Algumas pessoas voltam-se em obediência a Allah neste mês e uma vez que o mês tenha passado, ficam aquém, tornam-se preguiçosas e esquecem-se de muitos actos de adoração. 

Não há dúvida de que devemos ter mais preocupação neste mês do que noutros meses, no entanto, devemos lembrar-nos de Allah continuamente ao longo do ano e ao longo das nossas vidas. 

 يَٰٓأَيُّهَا ٱلَّذِينَ ءَامَنُواْ ٱذۡكُرُواْ ٱللَّهَ ذِكۡرٗا كَثِيرٗا وَسَبِّحُوهُ بُكۡرَةٗ وَأَصِيلًا 

<<Ó vós que credes! Lembre-se de Allah com muita lembrança. E glorifiquem-NO com os louvores da manhã e da tarde [do começo da oração da manhã (Al-Fajr) e do começo da oração da tarde (Al-Asr)].>> 

[Suurat Ahzab: 41-42]

Portanto, Ó crente lembra-te de Allah تعالى continuamente, obedece-O, tem Taqwaa Dele, tem Khuchu (humildade) Dele e consciência Dele em cada hora da tua vida. 

Suplico a Allah que nos conceda a capacidade de realizar a oração da noite, jejuar e tudo o que é obrigatório sobre nós neste nobre mês e nos conceda entusiasmo em relação às suas virtudes. 

Eu também suplico a Allah que nos conceda a capacidade de mantermos continuamente a Sua obediência e fazermos para Ele aquilo que LHE agrada. Na verdade, O Nosso Senhor ouve a súplica.”

Fonte: Majmuu Kutub wa Rasaa’il wa Fataawaa – Chaykh Allaamah Rabi bin Haadi Umayr Al-Madkhali (15/337-339).

Traduzido por: Abu Faysal Ali Alburtugaali.

54 Visualizações
Partilha!

Next Post

Quando é que a intenção de jejuar deve ser feita [para cada dia do Ramadão]? 

Sáb Abr 24 , 2021
Hafsah رضي الله عنها [morreu 45H], a Mãe dos Crentes narrou que o Mensageiro de Allah ﷺ disse:  مَنْ لَمْ يُجْمِعِ الصِّيَامَ قَبْلَ الْفَجْرِ فَلاَ صِيَامَ لَهُ  Quem não se compromete a jejuar antes de Al-Fajr (alvorada), não há jejum para ele. [1] E numa outra narração:  Não há jejum para aquele que não […]